***22 anos de Magistério****

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Meus Projetos


FAÇO PROJETOS SOB ENCOMENDAS, BEM COMO CORREÇÃO DE MONOGRAFIA E PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO. SEGUE ABAIXO DESTA POSTAGENS ALGUNS PROJETOS ELABORADOS E TESTADOS EM MINHA SALA DE AULA, 18 ANOS DE MAGISTÉRIO. O DD DA MINHA CIDADE É O (43.





quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Voltas as Aulas












domingo, 22 de janeiro de 2012

Quando Estiverdes no Meio de Crianças, Faça-se uma Delas.

Segundo o Dicionário Aurélio o termo psicomotrocidade é definido como a capacidade de determinar e coordenar mentalmente os movimentos corporais, a atividade ou conjunto de funções psicomotoras, ou seja, atividades mentais que coordena movimentos corporais. A Professora Rosângela Pires dos Santos ainda define como a relação ente o pensamento e a ação, envolvendo a emoção. De meu ponto de vista tudo o quanto se envolve emoções é difícil e ao mesmo tempo preciso de ser trabalhado. A mesma ainda afirma que a atividade física é de fundamental importância não somente para o corpo, mas para a mente e a emotividade. O Professor Ricardo C. S. Alves nos diz que este é um termo empregado para uma concepção de movimento organizado e integrado, em função das experiências vividas pelo sujeito cuja ação é resultante de sua individualidade, sua linguagem e sua socialização. A mesma está relacionada ao processo de maturação, onde o corpo é a origem das aquisições cognitivas, afetivas e orgânicas. (S.B.P 1999).
Iniciei com estas definições a fim de que nós, pais e educadores, possamos entender que as crianças de hoje precisam ser crianças e assim desenvolver de forma sadia sua psicomotrocidade. Mas ao contrário, muitos pais e educadores, têm matado e quando não, aprisionado a infância de nossas crianças. Podemos perceber facilmente quando algumas crianças apresentam sua infância aprisionada. Quer um exemplo disso? Basta apenas você se reduzir a elas, não falo na altura, mas na emoção. Quando você estiver perto de uma criança, seja também uma criança e verás acontecer o que até aqui escrevi. Quer ser um educador ou um pai nota 10? Torne-se uma criança no meio das crianças, a fim de estas sejam elas mesmas, sejam crianças de verdade, que brincam, que riem e falam qualquer coisa sem medo. Adultos, permitam que as crianças sejam crianças no meio de vocês. Permitam que elas usem sua criatividade, que sejam livres pra expressar seus pensamentos, suas perguntas, medos e duvidas... Permitam que elas mesmas descubram o mundo que as rodeiam isso contribuirá e muito para seu desenvolvimento psicomotor.
Outro ponto que imprescindível é a presenças dos pais e professores nas brincadeiras das crianças, não apenas de longe como um vigia, mas participando ativamente de suas brincadeiras, dividindo risos e descobertas. Isso é muito importante na construção do eu enquanto criança, o qual será reflexo de sua personalidade na fase adulta.
É triste ver que pais gastam dinheiro comprando computadores, brinquedos eletrônicos... Jogam as crianças na frente de uma televisão ou de um computador, enquanto estão ocupados com outros afazeres. Mas se as mesmas estão quietinhas e entretidas, está tudo bem. Mas não percebem que dessa forma as crianças estão crescendo órfãs de pais e mães vivos.
Isso sem falar que pra nós adultos, quando quebramos nosso orgulho diante de uma brincadeira de criança sentimos uma sensação incrível. Faça o teste. Para um minuto do seu dia, um minuto da sua aula pra brincar com seu filho ou seu educando. E os dois aprenderão juntos. E o aprender será mais prazeroso e assim mais significativo na vida dessas crianças. São momentos mágicos pra elas. E que ficam gravados para sempre no palco de sua mente. Trabalho indiretamente com um grupo de mais ou menos 100 crianças, com faixa etária entre 07 e 13 anos, onde os educadores das mesmas não conseguiram colocar em pratica esta técnica. Então quando apareço é uma festa que elas fazem. E brincamos juntas. Aprendemos juntas. Gente é muito bom para nossa alma, para nosso espírito, sair um pouco da frente da tela de um computador, daquelas reuniões formais e ir brincar de brincadeira simples como amarelinha, pula corda, pega-pega. Brincar de boneca, onde podemos trabalhar o relacionamento entre mãe e filho. É muito bom correr e eles correrem atrás de você e no final dar-lhe um abraço. Não há dinheiro no mundo que pague tal sentimento tão harmonioso que atende a uma inclinação vital, onde pais e filhos, educandos e educadores crescem juntos. E assim quero terminar dizendo que não tem idade que lhe permita voltar a ser criança, pois tenho um avô com quase 90 anos que se faz criança pra brincar de escolinha com minha prima de 06 anos.
Natália Costa
netchinha@hotmail.com
Juripiranga, 18 de janeiro de 2012

Referências Bibliográficas

• Mini Aurélio. 6ª edição revista e atualizada. O dicionário da Língua Portuguesa. Editora Positivo;
• PSICOMOTRICIDADE, Prof. Ricardo C. S. Alves. RJ, 2007;
• CoursePack i@ditora.Profª. Rosângela Pires dos Santos.

O que? Quando? Como? Onde e por quê?

O que? Quando? Como? Onde e por quê?

São questionamentos como estes que vem transformando a educação contemporânea.
Antigamente os livros traziam textos, e questionários quase que totalmente respondidos, matando em nossos aprendentes tais habilidades como: pesquisar, explorar, interrogar, etc. E assim nasceu a idéia da “decoreba”. Então o mais importante para os aprendentes era apenas procurar as respostas prontas, e assim foi perdendo a definição de que “aprender” é “descobrir”. A educação contemporânea nos faz entender que dentro de cada um dos seres humanos há um cientista escondido. Ser cientista é procurar o porquê ou os porquês das coisas. A literatura pedagógica atual faz de cada leitor um ser viajante, viajante em busca de respostas, as quais não estão tão explicitas como antes, mas repostas que podem ser diferentes com mesmos significados. Aí dependerá do mundo de idéia em que se encontram cada leitor naquele momento. Neste instante a educação toma um novo rumo, o rumo das indagações que transforma os aprendentes em pesquisadores e formadores de idéias e de respostas de acordo com suas próprias convicções. Também os levam criar e defender suas teses. Mas a chave principal de todo conhecimento será o habito da leitura. Não mais ler apenas por ler ou por encontrar respostas, mas ler pra entender e entender através de perguntas e curiosidades própria do leitor aprendente.
Augusto Cury em um de seus livros nos fala que na maioria das vezes é criado um mundo artificial, este que futuramente produzirá graves conseqüências no território dos pensamentos e memórias de nossas crianças e adolescentes. E sabe por quê? Por que hoje elas têm acesso às respostas pra suas perguntas com muita facilidade. Nossos educandos perderam o habito de perguntar, questionar, pensar,..., por já tem tudo pronto na internet. Essa forma de ensino torna o aprendente prisioneiro de um sistema educacional, o qual se educa pra sociedade, mas não se educa pra vida. No decorrer das nossas vidas nem sempre iremos ter respostas pra todos nossos questionamentos, e este fato diante de uma pessoa que sempre teve respostas prontas causará um grande trauma emocional. Quando esta (pessoa) se deparar com uma pergunta sem resposta. Já outros educandos têm medo de questionar, de explorar, de adentrar no desconhecido, pois sempre houve uma super-proteção durante sua vida. E assim se tornam pessoas angustiadas. Porque se diz que a depressão é a doença do século? Porque muitas pessoas têm medo de falar o que sentem, de perguntar o que querem saber e assim vão acumulando todas essas interrogações em seu interior e assim conclui-se que haverá um momento em que o coração, o interior não agüentará tantos questionamentos e estes se transformarão angustias que se não cuidadas cedo acabará numa depressão.
Não fugindo do nosso tema o educador de hoje precisa despertar em cada educando a arte do DCD- Duvidar, criticar e determinar (Cury, Augusto). Faz-se necessário criticar diariamente todas as informações que recebemos. Um dos principais dilemas da educação contemporânea é a busca por uma tomada de consciência sobre o porquê das coisas. Acredito ser este o maior desafio na vida daqueles que querem ser um mestre inesquecível e um eterno aprendiz, pois sabemos que só podemos avançar em qualquer campo da nossa vida quando desenvolvermos a capacidade da reflexão, desta forma nós estaremos desenvolvendo nossa capacidade de pensar, saber e fazer.


Natália Costa
netchinha@hotmail.com
Juripiranga, 07 de janeiro de 2012


Referências:

• Cury, Augusto. Seja Líder de Si Mesmo. Editora Sextante.
• http://www.profjoaobeauclair.net/visualizar.php?idt=244209, acessado em 07 de janeiro de 2012.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

RUTH ROCHA






RUTH ROCHA _ O LIVRO DAS LINGUAS









QUANDO A ESCOLAÉ DE VIDRO

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

ATIVIDADES DIVERSAS PARA VOLTA AS AULAS

(2) Conto+Atividades-Volta-As-Aulas.doc
.
20 Brincadeiras De Grupo.doc
89.PROJETO_CIDADANIA_E_MEIO_AMBIENTE.doc
As argolas.doc
Avalie seu Stress.doc
CENA DE VOLTA AS AULAS.doc
coloque a inicial de cada desenho abaixo.docx
COMBINADOS DE.docx
Como você é.doc
COMPLETE O ROSTINHO COM O QUE FALTA.doc
Copy (2) of  Apostila DIA DAS MÃES 50 páginas.doc
Copy (2) of  atividade 01019-mensagem para o dia das mães.doc
Copy (2) of  Atividades de pascoa.doc
Copy (2) of  ATIVIDADES PRÉ ESCOLARES.doc
Copy (3) of  atividade 01019-mensagem para o dia das mães.doc
Copy (3) of  ATIVIDADES PRÉ ESCOLARES.doc
Copy of Apostila DIA DAS MÃES 50 páginas.doc
Copy of As atividades mais comuns nas dinâmicas de grupo.doc
Copy of atividade 01019-mensagem para o dia das mães.doc
Copy of atividade para o pátio (educação física).doc
Copy of Atividades de inicio letivo(alfabetização).doc
Copy of Atividades de pascoa.doc
Copy of ATIVIDADES PRÉ ESCOLARES.doc
Copy of DICAS PARA INTEGRAR A TURMA NA VOLTA AS AULAS.doc
Copy of volta as aulas DICAS OK.doc
crachá2011.doc
crachá2011.docx
Criativo1.doc

Floquinhos de Algodão.docx
historia-ibc-1.rtf
Inglês 3°bimestre.doc
JOGOS MATEMATICOS 1[1].doc
Leia_o_texto_para_conhecer_um_pouco_sobre_a_vida_de_Monteiro_Lobato.doc
leitura Futebol.doc
LETRA  A.doc
LETRA A.doc
LETRA A2.docx
LETRA A3.docx
LETRAS DE MÚSICAS CD 2010 (1).zip
LETRAS DE MÚSICAS CD 2010.zip
LETRAS E HIST COM DESENHOS.zip
LIVRINHO DA COPA- UBEDA (1).zip
LIVRINHO DA COPA- UBEDA.zip
LIVRINHO DITADO ILUSTRADO TODAS AS LETRAS.zip
M_ANTES_DE_P_E_B.zip
mat1.docx
mat1_2.docx
Máscara carnaval.docx
natal 7.doc
New poster DIA DAS MAES.poster
Número0.doc
Número1.doc
Número2.doc
Número3.doc
Número4.doc
Número5.doc
Número6.doc
Número7.doc
Número8.doc
Número9.doc
O carnaval chegou pessoal.docx
O COELHO QUE NÃO ERA DE PÁSCOA.pps
O Construtivismo com Sucesso na Sala de Aula.doc
O jogo dos autógrafos.doc
O presente de natal.doc
O QUE SERÁ QUE VAI APARECER pááscoa.docx
O QUE É NATAL.doc
PARA CASA 2.doc
PARA CASA 3B.doc
PARA CASA 4b.doc
PARA CASA 4B.doc
PARA CASA NOV2.docx
PARA CASA NOV3.docx
PARA CASA NOV4.docx
PARA CASA NOV4A.docx
PARA CASA NOVEMB1.docx
PARA CASA OUT 1.docx
PARA CASA OUT.docx
PARA CASA OUT2.docx
PARA CASA OUT3.docx
PARA CASA OUT4.docx
PARA CASA SETEMB 1.docx
PARA CASA SETEMB 1_2.docx
PARA CASA SETEMB 2 (2).docx
PARA CASA SETEMB 2 (2)_2.docx
PARA CASA.doc
PARACASA 6.doc
PARACASA1.doc
PARACASA2.doc
PARACASA3.doc
PARACASA4.doc
PARACASA4_2.doc
PARACASA5.doc
PARACASA5_2.doc
PARACASA7.doc
port - m ou n - texto quer ser meu amigo.doc
Português 3 º ano - final de 2011- Lúcia.doc
produção textual.doc
projeto dosvox.doc
projeto volta as aulas.doc
PROJETO+FESTA+JUNINA+1.doc
PROVA CONCURSO MUNICIPAL GOVERNADOR VALADARES.zip
Prova de Ciência 3º ano - 2011 - Lúcia.doc
PROVA DE CIÊNCIAS - novembro 2011 4º ano - Lúcia.doc
prova de língua portuguesa 4º ano 3º período.doc
Prova de Matemática - 3º ano - 2011- final - Lúcia.doc
prova portugues 2° bimestre.doc
prova seletiva.doc
PROVAS E GABARITOS.zip
QUAL É O SEU NOME.doc
Quem é você verdadeiramente.doc
volta as aulas DICAS OK.doc
volta as aulas.rar
Volta às aulas.doc


 

©Template designer adapted by Liza.